domingo, 18 de outubro de 2009

CRAQUE SHOWBOL DO FLAMENGO FAZ ESTRAGO EM TARDE INFELIZ

Hoje deu medo. Muito medo. Pavor de um time que cria, mas não faz. De um time que chega, mas não dispara. De volantes... Esqueça os volantes, se não teremos que censurar o post. Deu tudo errado quando dava tudo certo. Mais uma vez os resultados cooperavam para uma arrancada, a vitória daria uma vantagem tão grande que poderíamos sentir o gélido metal da taça em uma de nossas mãos. E novamente falhamos horrores, demos a consagração para um sub-50, ex-craque, porque temos também um ex-jogador em campo, chamado Edmilson. Meu Deus do céu, San Gennaro, que falta faz o Pierre, nosso guerreiro!


O Palestra Itália lindo, entupido de gente, para ver o Palmeiras finalmente disparar na tabela. Mosaicos, bexigas, cantos de guerra, e nada, nada adiantou. O time começou melhor, pressionou, a bola passava perto e não entrava. Era uma vantagem enorme no número de finalizações. E o Flamengo, que nada fizera até então, se aproveitou do corredor pelo lado esquerdo da nossa defesa. Juan e Petkovic fizeram o que queriam, tabelaram, e o sérvio fez um bonito gol. Culpa do Edmilson? Sim, mas acrescente mais uns 5 nessa lista. Com a desvantagem o Palmeiras voltou com a pressão, para pelo menos empatar na primeira etapa, mas não foi possível. Impreciso.

No segundo tempo time sem alterações, mas voltou pior. Se na etapa inicial havia dominado o jogo e estava perdendo com certa injustiça, na final foi de doer. Nem chegar direito chegamos, até levarmos o golpe de misericórdia. Tire as crianças da sala! Eles tiveram escanteio, o craque showbol bateu, Wendel como num passo de balé deixou a bola, rasteira, passar por entre suas pernas e Marcos completou o serviço, lutando com a redonda como se ela fosse um frango fugindo do abate. Um gol ridículo. Repito: r-i-d-í-c-u-l-o! Muricy finalmente mexeu, como se a alteração fosse dar algum grande resultado. Ortigoza no lugar de Robert. Enquanto isso os volantes... Não, esqueça os volantes, simplesmente esqueça.

O que no começo do jogo foi um domínio que se transformara em placar injusto, no final foi um baile... Dos Urubus. Nem precisaram fazer muita coisa não, foi só deixar a bola no pé deles, aqueles que eu pedi pra esquecer. Já os meias, os craques badalados, onde estavam? O senhor correu quantos metros nesse jogo Sr. Diego Souza? Vamos lá, uns 30 metros a partida toda? E você Cleiton Xavier, ta fazendo o quê com o 10 nas costas, sendo que é agora que você tem que chamar a responsabilidade? E Muricy, por que não mexe nesse time!? Por que esperar 80 minutos para fazer o que se tem que fazer?

Se já estava ruim, ficou ainda pior quando o juiz marcou um pênalti... Para nós. Ortigoza derrubado na área. Vagner Love poderia iniciar uma reação a base da vontade nos últimos minutos. Poderia. Poder não é uma ação, é uma possibilidade. E nosso “poder” passou 50m por cima do gol, num chute medonho do camisa 9. Naquele momento o artilheiro do amor fechou a tampa do caixão. O jogo ainda correu por mais uns 5 inúteis minutos e acabou. São Paulo, Atlético Mineiro, Internacional e Goiás, você são extremamente incompetentes! Palmeiras, você é mais ainda! Mas que merda é essa?! Se não fossem os outros perebas essa liderança já não seria mais nossa. Em 9 pontos conquistamos 1. Isso é time que quer ser campeão? Nem esse, nem os outros atrás. Ou joga bola e reage ou talvez até seja campeão, levando em conta que a vantagem continua em 4, mas se for será por incompetência alheia. Eu não quero isso, eu quero essa taça por méritos. Os mesmos méritos que tínhamos há algumas rodadas atrás por ser líder há tanto tempo, hoje virou demérito dos adversários. Raça Verdão!

Créditos da foto: Uol Esportes.

4 comentários:

  1. A velha ranzinza não sabe que são permitidas 3 alterações por jogo.

    Alguns jogadores parecem ficar mais relaxados quando o time está perdendo.

    Souza as vezes pensa que é o beckenbauer.

    V. Love precisa entender que não vai resolver o jogo sozinho.

    A ¨pose estilo quico¨ do Wendell no gol do Petkovic seria hilária se não fosse trágica.

    Marcos está coberto de razão. Não tem que ficar alisando ninguém. O time treina a semana toda e leva gol olímpico com a bola passando por 2 jogadores nossos?

    O Palmeiras vai ser campeão, embora esteja se esforçando bastante para não o ser.

    ResponderExcluir
  2. Pequena correção: 4 (quatro) pontos. Mais uma atuação vergonhosa do time. Ser campeão? Como? Contando com o fracasso dos outros? Até quando? Sarramos os gambás por serem os virgens das Américas. E nós? Não somos por acaso os virgens do Século. Ganhamos o quê? Um paulista. Qualê! Estamos virgens em termos de títulos de âmbito nacional e internacional. Afinal, nosso país não é só SP, somos de dimensões continentais.
    Não há o que explicar. Temos é que adotar postura se ainda quisermos ser campeões.
    Coração Verde - MG

    ResponderExcluir
  3. Renata, ou ninguém, tanto faz...18 de outubro de 2009 22:30

    O flamengo jogou melhor e o petkovelho se destacou. O Adriano foi bem marcado, mas marcou muito também. O Muricy precisa ter mais audácia em inovar, o time está ficando manjado, o meio de campo muito marcado. Se o CX não aguenta tanta marcação, é melhor alguém estar disposto a ajudar o Diego nas jogadas de ataque. Foi difícil o cara perceber que não era pra levar a bola pra casa, agora o time precisa aprender que não é pra ele levar a bola pra casa? Não adianta que o cara resolva todo jogo, é bom dar uma ajudinha. Wendel e Armero foram os melhores em campo, embora Wendel tenha errado feio no segundo gol... Mas não foi apenas ele quem errou. Não concordo com o Rodrigo, eu amo o São Marcos, mas acho que o melhor que ele deveria ter feito é calar a boca em frente aos reporteres, roupa suja lava-se em casa. Ah, e o Love estava visilvelmente nervoso, não deveria ter batido o penalti. Ainda acredito no título, até porque o Palmeiras não tem sido o unico incompetente... Mas, da mesma forma que acreditei "ainda mais" depois do jogo contra o santos, depois desse jogo eu "acredito, mas tenho medo". O Palmeiras precisa ganhar esse campeonato, é vencer ou vencer. E alguém precisa dizer que ser modesto é uma coisa, mas não precisa exagerar... Tem é que tomar postura de "vamo ganhar essa merda, porra", igual quando fizemos 3 nos gambás... a afirmação do belluzzo de que o time iria até de carroça pra ganhar dos caras foi fundamental, está faltando um pouco disso.

    ResponderExcluir
  4. Ainda aquela que não sabe se tem nome...18 de outubro de 2009 22:32

    sobre o DS, corrigindo: não adianta querer que o cara resolva todo jogo**

    ResponderExcluir